Tabira: Versão de assalto é mentirosa e casal responderá por falsa denúncia de crime. Mulher foi baleada pelo namorado.

Postado em Sem categoria por em 9 de outubro de 2014

Na noite desta terça-feira (7) deu entrada no Hospital de Tabira uma jovem de 19 anos, moradora do Povoado Borborema, vítima de um disparo de arma de fogo na altura do estômago. Aos policias, Rosineide Carvalho de Souza relatou que estava com seu namorado na PE-304, entre Tabira e Solidão, quando dois homens numa moto havia lhes assaltado e na fuga efetuado disparos.

Nesta quarta-feira (8), mediante investigação dos escrivães das delegacias de Tabira e Solidão, juntamente com uma equipe do GATI, a verdade do fato veio à tona. A farsa começou a ser descoberta quando os policiais observaram em fotos do ferimento na vítima uma área com queimadura o que levantou a hipótese de um tiro a queima roupa, contrariando, dessa forma, o depoimento do casal que falou que os tiros foram à distância.

A Polícia Civil em Tabira informou à Redação do Blog Radar do Sertão que em conversa com os policiais, o acusado Cícero Jesuíno Tavares acabou confessando o crime e disse que estava sendo pressionado por Rosineide para deixar a mulher e como ele se negou começou a discussão entre os dois e terminou nos disparos do acusado contra a vítima.

Mesmo depois de ter sido vítima de tentativa de homicídio, os dois resolveram contar a versão do assalto à polícia para não prejudicar o autor. Cícero Jesuíno já foi condenado em outro processo por tentativa de homicídio e na casa dele foram encontradas diversas munições calibre 32. A arma do crime foi localizada pelos policiais no matagal.

O acusado Cícero Jesuíno Tavares vai responder pelos crimes de tentativa de homicídio, posse de arma e munição, além de falsa denúncia de crime. A vítima, Rosineide Carvalho de Souza, responderá por falsa denúncia de crime.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *