Agricultoras e agricultores trocam experiências e discutem Agroecologia no Dia da Árvore em Serra Talhada

Postado em Pernambuco, Região do Pajeú por em 23 de setembro de 2014

Por Juliana Lima

Aconteceu neste domingo (21) mais uma ação de educação ambiental no Sertão do Pajeú. Das 06h às 15h, agricultoras, agricultores e consumidoras e consumidores da Feira Agroecológica de Serra Talhada (Fast), além de agricultores e agricultoras do Sítio Riacho do Gado, município de Quixaba, participaram do Encontro de Formação Ambiental e Agroecológica, realizado no Sítio Icós, a 10km de Serra Talhada/PE.

O evento, que foi promovido pela coordenação da Fast com apoio do Centro de Educação Comunitária Rural (Cecor), Adesseu Baixa Verde e Centro Sabiá, marcou as comemorações pelo Dia da Árvore, associando práticas agroecológicas, através de visitas às áreas produtivas do casal de agricultores Lucineide Maria de Jesus e José Edson de Moura, que receberam os/as participantes do intercâmbio e do agricultor Francisco Cícero de Melo, “Seu Chico”, exibição do documentário “O Veneno Tá na Mesa II”, troca de sementes/mudas e debate acerca da preservação ambiental e dos males dos agrotóxicos.

Para a coordenadora pedagógica do Cecor, Kelle Souza, “a proposta do processo de formação é importante porque favorece a troca de experiências entre agricultoras e agricultores, valoriza as famílias que recebem os/as participantes e fomenta conhecimentos acerca da Agroecologia na região”, afirmou.

A agricultora Patrícia Maria Ferreira ALves, do Sítio Riacho do Gado, em Custódia, ainda não pratica o plantio consorciado e pôde conhecer a experiência. “Na minha região a gente limpa o terreno e tira todo o mato achando que é o correto, mas aqui estou vendo que eles plantam diferente, misturam tudo e conseguem produzir, vencer as pragas. Vou tentar plantar assim na minha roça”, disse a agricultora entusiasmada com a nova aprendizagem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *